14 de Junho – Dia Mundial do Doador de Sangue

Um simples gesto pode salvar a vida de muitas pessoas. A doação de sangue é fundamental para o tratamento de várias doenças.

Mas, menos da metade dos doadores da América Latina e Caribe são voluntários, ou seja, doam espontaneamente, de forma rotineira, e não apenas para resolver situações de emergência.

O dado é de relatório da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), divulgado no dia 12 de junho, com parte das atividades do Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado nesta quarta-feira, 14.

O hábito de doar sangue requer responsabilidade, compromisso e, principalmente, solidariedade – qualidades que já nascem com a pessoa ou que podem ser cultivadas desde a infância e mesmo despertadas pelo exemplo alheio. Ou quando a necessidade bate à porta.O ato traz benefícios para todos: hospitais, pacientes, Hemominas e sociedade, além de dar mais segurança ao cidadão que, a qualquer momento, pode necessitar do procedimento transfusional. E quem não pode doar, também pode dar sua contribuição, conscientizando outras pessoas sobre a importância e necessidade desse grande gesto.

Atendimento ao candidato à doação de sangue FUNDAÇÃO HEMOMINAS:

Para sua maior comodidade é possível agendar a doação pelo telefone 155, posição 1. Informações sobre doação de sangue também podem ser obtidas pelo 155, posição 1.

Quem pode doar

  • Pessoas entre 16 e 69 anos. Mas atenção: se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos ou mais de 60 anos, é importante conhecer as normas e documentos necessários para doação de sangue. Os demais critérios são válidos para todos.
  • Quem tem e está com boa saúde;
  • Quem pesa acima de 50 kg;
  • Quem dormiu bem na noite anterior à doação;
  • Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais

Quem não pode doar

  • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial da época em que a pessoa tratou da hepatite A (IgM positiva).
  • Quem teve exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis nos últimos doze meses;
  • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
  • Quem ingeriu bebida alcoólica nas últimas 12 horas anteriores à doação;
  • Quem já usou alguma vez drogas injetáveis;
  • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado;
  • Quem estiver grávida ou em período de amamentação. Após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses e após cesárea, seis (6) meses;
  • Quem fez qualquer exame ou procedimento endoscópico nos seis (6) meses;
  • Quem fez cirurgia por laparoscopia nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Quem fez tratamento dentário recente (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso);
  • Quem fez piercing nos últimos 12 meses anteriores à doação. Piercing localizado em área genital ou na boca, somente poderá ser liberada a doação após 12 meses da sua retirada.

Para doar, o candidato não pode estar em jejum. Se a doação de sangue for feita pela manhã, é preciso que o candidato à doação tenha se alimentado. Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, deve-se esperar três horas.

O prazo mínimo entre uma doação de sangue total e outra é de 60 dias, para os homens, e 90 dias, para as mulheres. Para doadores com idade acima de 60 anos, o intervalo é de seis meses.

O material utilizado para a coleta do sangue é descartável e não há risco de se contrair doenças. A cada nova doação, o candidato passará por nova triagem clínica e o sangue será submetido a rigorosos testes laboratoriais.

Antes da doação, o candidato passa por triagem clínica e só doa sangue quem estiver em boas condições de saúde.

Para obter informações complementares, entre em contato com uma das unidades de atendimento.

Documentos necessários

Documento original e oficial de identidade que contenha foto, filiação e assinatura:

  • Carteira de identidade,
  • Carteiras de Conselhos de Classe reconhecidos oficialmente,
  • Carteira de Trabalho,
  • Certificado de Reservista,
  • Carteira Nacional de Habilitação.

 

Endereço de Hemocentro que atende a este serviço em Belo Horizonte:

Alameda Ezequiel Dias, 321 – Bairro: Santa Efigênia – Cep: 30130110

Horário de atendimento

Segunda a sábado: 7h às 18h

Telefone: (31) 3768-4500 – Fax (31) 3226-2002
Agendamento por telefone: 155 – opção 1

Fonte: HEMOMINAS / Radioagência Nacional

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s